Chapeuzinho Vermelho x Politicamente Correto

Daqui alguns anos como será o conto “Chapeuzinho Vermelho”?

O mundo está confuso, todo dia surge uma nova causa, um novo grupo, e cada um defende um determinado interesse! E isso é até bom, mas não pode virar neura né… Às vezes o politicamente correto é um saco, tudo é criticado, nada é aceito, sempre tem uma

classe ou outra ofendida…

Daqui alguns anos nem contos infantis escaparão… Imagina como irão debater a história da “Chapeuzinho Vermelho”…

“Machistas”:

– Que pouca vergonha! Toda assanhada e de vestidinho vermelho, o que essa pirigueti fazia sozinha na floresta? Ela Já tinha ouvido falar do Lobo, se foi pela floresta é porque estava querendo!

“Feministas”:

Vão promover um protesto com topless coletivo no meio floresta e responder de imediato através de faixas e cartazes com os dizeres…

 “Não precisamos de homens, muito menos de lobos”
“O chapéu e o corpo são meus, logo faço o que quiser”
“A Vovó não merecia ser estuprada, ninguém merece”.

“ONGs Afros”:

Irão aproveitar a ocasião e reivindicar cotas e um personagem negro na história, e também questionar porque que a chapeuzinho faz chapinha na franja ao invés de deixar seus cabelos crespos e naturais!

“Religiosos”:

Não ficarão de fora, rebaterão afirmando que:
– O Lobo estava possuído… Passou por uma turbulência espiritual e caiu em tentação, ele precisa de Jesus em sua vida!

“Os LGBTs”:

Acharão injusto um conto repleto de heterossexuais, e vão levantar a seguinte questão:

– Quem garante que o lenhador não era gay? Talvez ele só não assumiu porque sempre foi oprimido pela sociedade machista e intolerante! Em seguida vão propor um beijo gay entre o lobo e o lenhador, como forma de romper preconceitos.

“Direitos Humanos”:

Irão solicitar a abertura de um inquérito contra o lenhador, afinal o lobo não era “mau”, cresceu sem pai, apanhou diversas vezes da polícia na periferia da floresta e se tornou isso por falta de oportunidade, ou seja, mais uma vítima do sistema!

E por aí vai…

Ou seja, quanto mais o tempo passa, mais insuportáveis ficamos, porque não queremos apenas nossos direitos, mas sim queremos impor nossas opiniões sobre os outros, cada um olha exclusivamente para o seu nariz… Afinal a causa a qual eu pertenço ou defendo, sempre é mais importante do que a do outro!

Deixe uma resposta