Certezas sempre são melhores que dúvidas!

 Você percebe que a vida é traiçoeira quando:

Quando finalmente descobre que aquele papo de coelho da Páscoa é tudo mentira, e antes mesmo de se recuperar desse trauma, no fim do mesmo ano você descobre que Papai Noel também não existe! Daí em diante, todas as suas certezas passam a ser dúvidas. (quem diria né, seus pais mentiram pra você).

Você supera, resiste firme e vai para o colégio convicto de que as mentiras acabaram…

Aí, na época da escola, as meninas mais gatas e que chamavam mais atenção, poucos anos depois relaxam e perdem a graça, enquanto as magrinhas de aparelho e óculos, que você tanto ignorava, tomam algumas doses de vaidade e se tornam magníficas!
(Pronto enganados de novo, dessa vez você mesmo se iludiu!).

Os meninos mais descolados e ousados, não vão tão longe quanto aqueles “nerds” que eram desprezados e taxados de babacas. (Nossa, nesse caso a traição foi pelo preconceito).

E isso segue adiante, em diversas situações e ocasiões, política, amores, família, dinheiro…

Trilha Sugerida para leitura – (Milky Chance – Stolen Dance)

A vida é assim, esta sempre pronta para te enganar, te iludir, te enrolar, te confundir, e dificilmente você vai escapar disso, depende de você estar preparado para tudo, ou não!

Eu corria pelo parque tranquilamente, agasalho de moletom, tênis esportivo e fones de ouvido no ultimo volume! Tinha tudo para ser mais um típico final de tarde de uma segunda qualquer. Eu havia acabado de sair de um relacionamento conturbado e a última coisa que eu queria era me envolver com alguém, mas… As pessoas têm pontos fracos, algumas não resistem a bebidas, outras fazem promessas de regimes que duram somente até o primeiro encontro com uma inocente coxinha ou uma singela barra de chocolate, e eu… Eu não resistia ao amor!

Conheci Andressa naquele doce fim de tarde, corríamos lado a lado, era possível ver a sincrônica de nossas passadas, respirações, e batimentos. Pronto, lá estava eu, o mesmo babaca que dias antes havia prometido nunca mais me apaixonar! Ela olhou para mim, eu correspondi, aos poucos reduzimos os passos, trocamos algumas palavras, nos sentamos e nos entendemos como eu jamais havia feito com alguém. Ela era linda, inteligente, humorada, tudo aquilo que a gente não espera encontrar numa tosca corrida pós-expediente.

Os assuntos surgiram de forma sincronizada e natural, por alguns segundos cheguei a pensar que nos conhecíamos de outra vida. O medo de me apaixonar que saiu comigo de casa naquela manhã, foi engolido pela coragem da tentativa, pela vontade e o desejo pelo novo. Andressa e eu nos beijamos como se nos conhecêssemos há tempos! Após um longo e empolgante beijo, Andressa disse que havia um compromisso ás 21h00min.

– Será que mereço ao menos o seu telefone? – Disse aparentemente preocupado.

– Claro, por que não? – Ela respondeu enquanto sorria de forma mágica.

Ganhei um selo de despedida, e para justificar aquele sorriso mágico, nunca mais eu a vi! Ela mentiu para mim, e embora os beijos parecessem sinceros o numero era falso, nem sei se o seu verdadeiro nome era Andressa, ou se cada palavra trocada era real, foi o contato mais intenso e ao mesmo tempo frustrante que eu já tive, ela trapaceou, ao contrário das decepções anteriores, ela nem permitiu que eu me apaixonasse…

Eu não sei se vou passar por isso outra vez, nem quantas vezes mais sofrerei por amor até me encontrar, isso não me assusta e muito menos me intimida, preocupante mesmo é se algum dia eu me fechasse para as possibilidades que a vida me proporciona.

Experiências ruins, não podem bloquear novas chances, novas aventuras, decepções devem ser superadas, e se há traumas, mesmo que remotos, foi porque você não as superou por completo, há algo a ser eliminado, vencido, superado!

Porque feliz de verdade, é quem sempre se permite a novas oportunidades, feliz é quem não deixas dúvidas para amargurar no futuro. Eu não quero olhar para trás e pensar o que teria acontecido se eu tivesse tentado, vivido, sentido…

Eu odeio a vaga ideia do “como seria”, gosto de ter em minhas lembranças certezas e não dúvidas!

 

Clique aqui e acesse o vida crônica no youtube

 

Deixe uma resposta